sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Para sempre...

Meu amor pequenino,

Falta pouco, tão pouco, para fazeres três anos... O tempo vai passando e a cada dia que passa a mamã olha para ti e recorda com nostalgia e saudade o bebé que já foste... sim meu amor, tenho tantas saudades de te ter pequenina aninhada num colo onde cabias inteira e a sensação que tinha então é que assim, enroscadinha a mim, com o teu coraçãozinho a palpitar juntamente com o meu, era capaz de te proteger de tudo e todos... do Mundo e das suas maldades!

Hoje, esse bebé pequenino e indefeso cresceu... e como estás a crescer meu amor!
Transformaste-te numa linda princesa... numa menina irrequieta e traquina mas que ainda se aninha no meu colo a pedir miminho... que ainda se abraça a mim e me faz sentir das mais belas sensações que algum imaginei ser capaz de sentir, que ainda corre para mim para me prender como se do tempo tivesse medo que dela me roubasse!

Amo-te tanto, pisquinha, tanto que por vezes tenho medo que não entendas este Amor que me une a ti e me faz desejar continuar a ter-te assim.... enroscadinha a mim... como quando eras pequenina!

Mas sabes, haja o que houver, passe o tempo que passar, nunca te esqueças que és a minha estrela cadente, o meu sonho mais real, a minha ternura, a minha luta diária, a minha fonte de inspiração!
Não te esqueças, mesmo que um dia as palavras que possamos vir a trocar possam chocar, que a mamã te adora... daqui até à lua! Para sempre...

(E falta tão pouco!)

9 comentários:

docinho disse...

Tão pouco... tanto já para recordar... cada momento é tão intenso!

Beijos a sonhar com a vida que saiu de nós...

PS obrigada por me acorrentares!

Cláudia disse...

Passou tão pouco tempo nas nossas vidas e tanto tempo na vida deles... parece que a vida tem pesos diferentes não é?
O que para nós são só 3 anos, para eles são OS TRÊS ANOS!

Bjs grandes e obrigado pelo miminho

Mar disse...

Olá, obrigada pela corrente. Nunca pensei que esta coisa da amizade virtual acabasse por se tornar tão forte. É incrível não é? Como nos confortamos e partilhamos um pouco das nossas vidas, às vezes até mais do que com os nossos colegas do lado....
Bjs

María&Peste disse...

Obrigado pelo "acorrentamento" :)

Sabes que mais? Olho para o meu filho e nem quero acreditar que já tem 3 anos...mas depois oiço-o, observo-o nas suas brincadeiras, vejo-o a trepar tudo o que há nos parques (põe-me o coração nas mãos..) e reparo, caio em mim e a realidade ataca-me: sim, o meu menino já tem 3 anos!

Parece que foi há tão pouco tempo que começou a falar, a andar e agora até respostas «tortas» levo......

Prepara-te porque por aqui os 3 anos chegaram e com eles uma marcação ainda mais definida de personalidade, uma força imbatível em auto afirmar-se, um sempre testar os nossos limites e ver até onde pode ir e as birras nem sequer diminuíram....

Bjnhos muito grandes

Mamã Elsa disse...

Fique acorrentada para sempre...
Está quase a fazer 3 aninhos... ficamos tão nostalgicas... Mas cada idade é uma descoberta espetacular...
Daqui a nada tendes conversas mágicas... De amigas... de mãe e filha..
Beijos

disse...

Também sinto essa saudade dela pequenina tantas vezes. E depois dizem-me que preciso de dar um mano a Madalena, mas não é de um bebé que tenho saudades, é DELA bebézinha, e isso não há como voltar atrás. O melhor é conseguir saborear cada etapa delas com a consciencia que não se repete.

Obrigada por me acorrentares ;)

Beijinhos

Ana Isabel disse...

Também sinto essa saudade, de ver a C. pequenina.
Passa tão rapido e parece que foi tudo há tao pouco tempo.
Bjs

SusanaMama disse...

Como eu te percebo...o tempo passa a correr.

E adoro essa frase...e digo-a aos meus filhotes - que os adoro daqui até à lua e de volta!

Inês disse...

Como te entendo a 200%.

Beijinhos,
Leonor