terça-feira, 31 de março de 2009

(Primeiro) amor...

(foto retirada)
-

À hora do jantar, meto-me contigo:
-
- Sabes, vovó, a J. diz que tem um namorado!
-
- Ai é, J.?
-
- Xim... o VD!
-
- Mas já agora J., porque é que ele é teu namorado? :)

(ar pensativo... olhar sonhador... sorriso nos lábios)
-
- Hmmm, xei lá... ele... TEM TUDO O QUE EU PEXISO! :)))
-
- Ai é?
-
- Xim (entre risinhos malandros) sopa, chocolate (?)...
-
- E dá-te beijinhos? Onde? :)
-
- Xim, na escola... e abraços...

- O quê? (a gozar com ela!)
-
- Xim, e hoje, quando a V. chegou, estava a danxar com ele e caímos os dois no xão...
-
E é assim... a minha menina anda apaixonada... :)
Afinal de contas, o meu "genro" tem tudo o que ela precisa... que é o que se deseja!
E, pelos vistos, é uma paixão "louca", segundo palavras da educadora... Acredito! Possessivo é ele... fui buscar-te ontem e quando ele te viu vir para o meu colo, disse-me em alto e bom som: "Ai, a J. é MINHA namorada!"
E atenção, foste logo a correr para a beira dele, para que não sentisse cíumes...
-
-
Tempo, faz-me um favor... abranda a velocidade... pára mesmo, se assim o entenderes, mas deixa-me gozar ainda muito mais a minha menina!

sábado, 21 de março de 2009

Anjos...

(foto retirada)
-
Nunca pensei um dia que um simples olhar, um único sorriso ou uma mera gargalhada me fizessem acreditar que, de facto, o Mundo é mesmo um lugar bonito...
-
Nunca pensei um dia que para ser feliz bastava, pura e simplesmente, saber apreciar os pequenos momentos, aproveitar cada minuto para fazer do nosso coração um verdadeiro tesouro de recordações!
-
Nunca pensei um dia, meu amor lindo, que fosse capaz de amar de forma tão pura e incondicional, tão dolorosa e avassaladora!
-


Nunca pensei um dia, por um minuto que fosse, que afinal eles existem, os anjos...


Mas olho para ti e, finalmente, acredito!

quinta-feira, 19 de março de 2009

Dia do Pai...

(foto retirada)
-

Serás para sempre a princesa dos seus olhos... a boneca de porcelana que ela vê crescer a um ritmo alucinante, cada vez mais assustado (embora não o diga!) com o tempo que insiste em passar a um ritmo alucinante e em transformar-te, a cada dia, numa menina cada vez mais crescida e independente!
Sabes, linda, penso que o teu papá tem medo do dia em que, munida das asas da liberdade e dos sonhos, partas à descoberta de outros mundos, de outros rostos, de outros mimos, que não os dele!
Para ti, ele transformaria o Mundo num arco-íris, pincelando cada momento teu com o tom suave do teu olhar...
Por ti, ele aniquilaria qualquer um que possa vir a magoar a princesa que um dia ele ajudou a trazer ao mundo... a sua bebé, a princesinha que tantas vezes ela aconchega no seu regaço, abraça nos seus braços, com a secreta vontade de a lá manter... longe do desconhecido que algum dia te levará para longe da sua protecção, para outro castelo!
-
Mas sabes uma coisa, fofinha?
Continua a sorrir-lhe como fazes, continua a abracá-lo como agora, continua o olhar para ele como se do teu príncipe encantado encantado se tratasse, pois acredito que, se assim for, ele certamente será o papá mais feliz do Mundo!
-
Para além, claro, de ele ser aquele ser "lindo, alto, maguinho e que te dá muitas pendas", como tu dizes! :)
Deixa-o, simplesmente, ser o teu papá... o seu maior orgulho, a sua obra mais valiosa, o seu céu, o seu Mundo!
-
Eu... eu fico enternecida com o carinho e ternura que a vossa imagem me transmite!
O Amor é mesmo isto... um gesto, um sorriso, um olhar!
Uma cumplicidade que espero ser eterna...

domingo, 15 de março de 2009

Eu...

Sunday Bloody Sunday

I CAN´T BELIEVE THE NEWS TODAY

I CAN´T CLOSE MY EYES AND MAKE IT GO AWAY

HOW LONG, HOW LONG MUST WE SING THIS SONG?

HOW LONG? TONIGHT WE CAN BE AS ONE

BROKEN BOTTLES UNDER CHILDREN´S FEET

BODIES STREWN ACROSS A DEAD END STREET

BUT I WON´T HEED THE BATTLE CALL

IT PUTS MY BACK UP,

PUTS MY BACK UP AGAINST THE WALL

SUNDAY BLOODY SUNDAY

SUNDAY BLOODY SUNDAY

AND THE BATTLE´S JUST BEGUN

THERE´S MANY LOST, BUT TELL ME WHO HAS WON?

THE TRENCHES DUG WITHIN OUR HEART

SAND MOTHER´S CHILDREN, BROTHERS,

SISTERS FROM APART

SUNDAY BLOODY SUNDAY

SUNDAY BLOODY SUNDAY

HOW LONG, HOW LONG MUST WE SING THIS SONG?

HOW LONG? TONIGHT WE CAN BE AS ONE.

TONIGHT, TONIGHT

SUNDAY BLOODY SUNDAY

SUNDAY BLOODY SUNDAY

WIPE THE TEARS FROM OUR EYES

WIPE YOUR TEARS AWAY

WIPE YOUR BLOODSHOT EYES

SUNDAY BLOODY SUNDAY

SUNDAY BLOODY SUNDAY

AND IT´S TRUE WE ARE IMMUNE

WHEN FACT IS FICTION AND T.V. IS REALITY

AND TODAY THE MILLIONS CRY

WE EAT AND DRINK WHILE TOMORROW THEY DIE

THE REAL BATTLE JUST BEGUN

TO CLAIM THE VICTORY JESUS WON

ON A SUNDAY BLOODY SUNDAY

SUNDAY BLOODY SUNDAY

-

Uma alma que grita a plenos pulmões mesmo quando o silêncio é o único que a pode ouvir...

Um vulcão de sentimentos que, adormecidos no mais profundo de si, não revelam metade da inquietação constante que a invade...

Um coração terno e meigo, mas resguardado por altas muralhas, a salvo das palavras que ferem e destroem a doçura do olhar...

Um olhar brilhante, sedento de quimeras, cansado das lágrimas que nele se escondem, desejoso de iluminar o Mundo...

Sim... sou EU!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Para sempre...

Sempre que te adormeço, antes de te deixar ser embalada pelo mundo mágico dos sonhos, sussuro-te ao ouvido que gosto muito de ti, que te amo muito...
Tu sorris, enroscas-te em mim e abanas a cabeça e, a mair parte das vezes, ouço-te, num tom de voz muito baixinho, "Eu tamém..."
Sorrio e deixo que o tempo pare... que me deixe gozar da felicidade que o teu abraço me provoca, da ternura que o teu rosto me oferece...
-
Muitas vezes, quase todos os dias, me dizes que és minha "meor amiga", ao que te respondo que sim, que também gostava que fosses sempre a minha melhor amiga. E pergunto-te, em quase tom de brincadeira, se isso vai acontecer...
-
"Xim, eu quero ser a tua meor amiga hoje, mas amanhã também, ouviste?..." (com ar de zangada!)
-
Para sempre então, princesa...
-
Está prometido, não te preocupes!

segunda-feira, 9 de março de 2009

Pequena autobiografia...

1. De facto é uma Verdade, sou muito explosiva SIM... mas com quem mais amo! A impaciência é realmente uma das minhas características! Essa impaciência é a minha maior inimiga, fere-me e rapidamente me retira o sorriso da cara, fazendo tristemente rolar as lágrimas que a tanto custo tento sufocar!
São estas lágrimas que revelam o maior dos meus segredos... o desejo de viver a vida como se do último dia se tratasse, mas a incapacidade de o fazer... medo, insegurança?
.
2. Sempre desejei ir para o Brasil mas tenho pavor a aviões. Não fui para lá, sempre que falava sobre a hipótese, as lágrimas vinham-me logo aos olhos... assim, NÃO fui para o Brasil, passei a minha lua-de-mel em Paris! A cidade do Amor...
.
3. NÃO, não tenho dois irmãos, mas só um! Um ser que adoro mas não compreendo, que admiro mas culpo muitas vezes pela distância que tantas vezes nos separa, apesar de morarmos ao lado um do outro. Uma pessoa com uma duras vivências, mas cuja força de vontade mostra que o ser humano é sempre capaz de ultrapassar os seus prórpios limites... basta desejá-lo!
.
4. SIM, sou professora de Português e Francês, em duas escolas separadas por 70 km de distância... aquela que me faz sofrer por me manter longe do abraço que me consola, do sorriso que me ilumina o dia, do rosto que me faz acreditar que tudo vale a pena!
.
5. Acredito muito no que valho, mas NÃO sou muito decidida... o medo e a insegurança impedem-me muitas vezes de lutar por tudo aquilo em que acredito! Gostaria de mudar, não consigo!
.
6. Já referi várias vezes que SIM, que adorava sentir de novo o milagre da vida... ser novamente o ventre que desenha anjos, que os alimenta e faz crescer, longe das dores e maldades do Mundo, mas, para além da instabilidade profissional actual, o medo de não conseguir amar tão desmesuradamente outra pessoa como amo a J., é de facto um medo presente em mim.
.
7. Quando pensava em ser Mãe, sempre me imaginei com uma Menina nos braços. Lembro-me perfeitamente que sempre acreditei, mesmo quando a médica me dizia que era menino! Quando na morfolófica o médico confirmou o meu instinto, a minha Felicidade não tinha limites! SIM, ia ser mãe de uma princesinha!
.
8. NÃO, não vivi oito anos na Bélgica mas sim no Luxemburgo... Enquanto lá vivi, estudei foi vários anos na Bélgica! Tempos passados, que saudades... recordações que guardo carinhosamente em mim!
.
9. SIM, sou esquerdina (e a J. também). Escrevo com a direita porque a isso me obrigaram em pequena (e o que eu sofri com isso!). Faço tudo com a esquerda, com excepção da escrita. De tanto insistirem comigo, é óbvio que ganhei força com a a direita. E SIM, por muito estranho que pareça, consigo, apesar de tudo, escrever com as duas. Da esquerda para a direita e vice-versa. E com as duas em simultâneo (em espelho e normalmente).
.
Afinal sempre têm razão quando dizem que não me dou muito a conhecer, que os meus olhos dizem mais de mim que as minhas próprias palavras...
Sou um misto de ternura e revolta... enclausurada num Mundo de sonhos...
.