quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Do Natal... um turbilhão de emoções!



No teu olhar ainda consigo ver os vestígios da magia e da fantasia que o Natal te proporcionou!
Foram momentos de puro encanto, repletos de uma alegria infinitas! Momentos ternos que me aqueceram a alma e me fizeram mergulhar novamente nas lembranças doces da minha própria infância...
O teu sorriso, o brilho dos teus olhos, as tuas gargalhadas, a tua energia inesgotável foram sem sombra de dúvida o mais belo deste Natal...
---
Afinal este Natal sempre teve a magia que a mamã tanto desejava, afinal este Natal foi, mais do que tudo, um reencontro com a ternura e os laços de carinho! Afinal, apesar da ausência dorida dos pilares da família do teu vôvô, todos se reuniram e o dia de Natal transformou-se num dia mágico, repleto de pessoas que se querem bem, cheio de crianças cuja ansiedade pela chegada do Pai Natal e dos Reis Magos fizeram quase abafar as lágrimas de saudade que de quando em vez vinham atormentar o coração de todos nós!

Esta época festiva, meu amor, um dia tu vais perceber, que também é uma época de dor e sofrimento para nós, não pela partida "natural" (para a qual a lei da Vida nos vai preparando) de alguns dos nossos entes mais queridos, mas sim pela partida inesperada e violenta demais de superar da prima R.
Mas ainda é cedo, pequenina, cedo demais para que percebas o porquê da felicidade que proporcionaste neste Natal ao encheres de miminhos e abraços aqueles que, sem tu saberes, mais deles precisavam...
Enternece-me ver que, sem te aperceberes disso, pareces ter o dom de escolher quem mais precisa de um carinho ou de um miminho teu, para abraçares e contagiares com a tua (ainda) doce inocência e a pureza do teu riso e do teu olhar... fazes exactamente o mesmo com o "vôvô velhinho"!
...
A Noite de Natal foi passada na vovó, na minha (ou tua!) mamã e, claro, a alegria de estares com os avós, o priminho A. e os tios foram contagiantes... Era ver-vos correr, saltar, dançar! Que belo ambiente para uma noite de Natal... chegada a hora dos presentes, tanta excitação, tanta brincadeira... um jantar que me acalma sempre, perto dos que habitam o meu coração e dos quais não me consigo libertar!
No fim de jantar, ainda fomos um bocadinho à outra vovó... mais presentes, mais brincadeira, "tantas pendas"... demais até!
No fim, regressámos a casa, já passava da meia-noite, mas tu, cheia de energia... e ansiosa por poder pôr "os dois sapatinhos piquininos" perto do pinheirinho! Sabias que o Pai Natal estava prestes a chegar, prestes a visitar a nossa casa para lá te deixar mais umas surpresas!
Adormeceste, qual bela adormecida, em dois minutos, o cansaço ajudou e a ansiedade de querer que a noite passasse rápido para descobrir as misteriosas prendas do Pai Natal era muita...
-
A manhã do dia de Natal chegou... marcado pela tua alegria e boa disposição! Desceste as escadas, levantando constantemente a cabecinha para tentar espreitar o pinheirinho... avistaste-os, os presentes, e o espanto e a alegria por perceber que afinal era verdade, que o Pai Natal tinha cá estado, encheu-te ainda mais o dia de cor e felicidade! Ainda brincamos um bocadinho com os presentes dos papás e o do Pai Natal e depois fomos para casa da tia L.
Sim, meu amor, o ano passado teríamos ido para casa da vóvó velhinha mas este ano não... fomos para casa da tia L. e o dia de Natal tornou-se mágico, terno, repleto de carinho e Saudade!
...
Foi um dia em cheio, com a família toda reunida para o almoço e o jantar, para o dia dos sentimentos, tios e tias, primos e primas, todos reunidos para encantar o vosso dia, mais de cinquenta corações que se uniram e reuniram para transformar o dia dos mais pequeninos num dia de pura fantasia... o Pai Natal, os Reis Magos... nada faltou a esta história de encantar!
Mais presentes, tantos presentes, presentes demais! A euforia, risos nervosos, confusão total!
Bom... muito bom... um Natal diferente mas um Natal para recordar, apesar da Saudade que de vez em quando vinha espreitar!
--
(Mas o mais importante, princesa... o teu coração cheio de lembranças e recordações de um dia de Natal que a mamã caracteriza com um verdadeiro turbilhão de emoções!)

9 comentários:

Mãe-Galinha disse...

Um pouco por todos os cantinhos por onde tenho passado hoje tenho verificado que todos acham que as prendas foram demasiadas... estragam-nos os miúdos com mimos, né? Mas quem os nossos filhos beija, a nossa boca adoça, certo?

Ainda bem que correu tudo bem!

Bjs gds

Pedacinho de mamã disse...

Um grande beijinho para vocês e desejos de um ano cheio de coisas boas.

Gabriela disse...

É impossível não lembrar, nesta época de encontro familiar, aqueles que já não se encontram entre nós. Também me lembrei do meu pai que partir há 14 anos, mas ainda se mantem vivo na nossa memória.
Repetiste muitas vezes a palavra "magia", porque a tua princesa enche o teu coração e a tua vida de autentica fantasia, emoção e alegria... tenho que te dizer que as tuas palavras emocionaram-me.
Graças a Deus nós conseguimos apercebermo-nos dessa MAGIA trazida pelos nossos filhos. Eu sinto-me a flutuar de tanta felicidade, porque Deus abençoou-me com este filho que tanto quis e pelo qual tanto lutei.
As ofertas simbolizam o amor pelos nossos, mas é demasiado em comparação com aqueles que nada têm. Ainda bem que podemos encher o saco do Pai Natal! :D
Volto para te desejar um bom Ano Novo.
Beijocas

Ana Isabel disse...

Das prendas em demasia tb achei que a C. recebeu demais, mas só de ver a carinha dela de alegria a cada prenda que lhe davam até eu adorei.
Bjs

disse...

Um Natal com tudo aquilo que devemos ter nesse dia! 50 pessoas
num almoço? Que espetaculo!

Venho desejar-vos um 2008 cheio de coisas boas, saude, amor, paz e sucesso.

Beijinhos

María&Peste disse...

Que bom...mas também acho que foram prendas em demasia...

Quero-vos desejar um 2008 muito feliz e com muita saúde!
Boas entradas!

Bjnhos grandes

María, Peste e Embutido

dangerously in love disse...

Um belissimo natal...com muuita gente..muita alegria e magia do olhar da tua menina!Que bom! Que venham muitos mais destes. beijocas

Cristina disse...

Que Natal cheio!

Bjos

Cristina

Cláudia disse...

Adoro a maneira como escreves e registas as tuas emoções e recordações...
Um beijo do tamanho do mundo

Bjs e um execelente 2008 quem sabe a 4!
lol

Isto é o meu instinto maternal a falar, lol