sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Sei...

Sei que por muito que tente nunca conseguirei mostrar-te a importância que tens para mim. São tantas as palavras que povoam a minha cabeça mas nenhuma consigo escolher para expressar a magia do teu olhar, a ternura do teu abraço ou simplesmente o sabor do teu beijo!
Sei que por muitas lágrimas que rolem nunca conseguirás perceber o quanto me dói a tua dor e o teu sofrimento.
Sei também que por muitas voltas que a vida dê, a minha resume-se a ti, ao teu sorriso malandro e a esse olhar que me enfeitiça sempre que pousa no meu…
Sei o tempo que passa e sei a saudade que sinto já de te ver bebé no teu corpo de menina!
Sei que nunca o passar egoísta e assustador desse tempo será capaz de destruir as imagens que guardo carinhosamente em mim… momentos de ti, de mim, de nós, em abraços e miminhos sem fim!
Sei que por muito longe que possa estar de ti, o meu amor por ti acompanhar-me-á e ajudar-me-á sempre a vencer as barreiras e os obstáculos que a vida tantas vezes nos reserva.
Sim, sei que serei sempre capaz de lutar contra ventos e tempestades, maldades e hipocrisias se souber que no final de cada batalha as minhas lágrimas e feridas serão curadas com um simples beijinho teu!
Sei que nem sempre poderei estar a teu lado, mas sei neste momento que quero é absorver cada bocadinho teu, deliciar-me com esta deliciosa e assustadora aventura que é ver-te crescer… Sei que dói, dói tanto (queria tanto preservar-te assim, pequenina, para mim!), mas é tão gratificante ver o meu bebé tornar-se numa verdadeira princesa digna do mais colorido e encantador conto de fadas!
Sei-te as palavras, as conversas sem fim, as brincadeiras e os sonhos e sei como me enchem os dias e preenchem as noites de brilho!
Sei que tudo em ti é fonte de inspiração…
Sei que nunca acabaria esta descrição…
Sei que as palavras me falham…
Sei que nunca as poderei inventar…
Sei… sei-te… sei que te amo, mais que tudo… “daqui até à lua”, como tu dizes!
-
Mas sabes… meu amor, quero que nunca te esqueças que sempre eu estarei aqui, para te continuar a amar!

2 comentários:

disse...

Daqui até á lua... também uso essa expressão com a minha filha ;)
Esse Amor tão puro, tão grande que as vezes parece que não cabe em nós... essa vontade de as meter numa bolinha de sabão onde ninguem possa chegar para que nada lhes aconteça, dói sem duvida, mas é tão bom!

Sempre mágicas as tuas palavras... quando a Joaninha tiver idade vai ficar encantada com as declarações de Amor que aqui lhe deixas ;)

Beijinhos... também por aqui a estas horas

Cláudia disse...

Beijinhos e bom fds...
Amor incondicional...
:)))