segunda-feira, 6 de outubro de 2008

De nós...

Da Ausência
-
Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
-
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.
-
Sophia de Mello Breyner Andresen
-
-
E é esta ausência forçada, esta escassez de tempo que nos é reservada que me ferem... que me fazem chorar quando a insensibilidade do mundo e das pessoas ajudam, desnecessariamente, a limitar mais ainda os poucos minutos que posso passar contigo!
As lágrimas que rolam pelo meu rosto quando saio de manhã sem sequer poder te abraçar sufocam-me! Adormeces completamente abraçada a mim, agarrando com toda a tua força a minha mão, quase que como a pedir que não te deixe, que permita que me prendas a ti, destruindo assim o tempo que cada vez mais nos é roubado...
Sinto tantas saudades tuas... perseguem-me, acompanham-me durante o dia, sufocam-me, destroem-me, vencem!
Queria poder inventar uma nova palavra capaz de definir este aperto constante, esta dor silenciosa que sinto e que, quando sozinha na estrada ainda o dia sabe a lua e estrelas, deixo incontrolavelmente tranformar-se em lágrimas...
A palavra Saudade não é suficientemente forte, não é minimamente reveladora do mal que esta ausência nos está a fazer... a mim mas, principalmente, a ti, que até me ofereceste todas as tuas moedinhas para eu não ter de me separar de ti!
--
Sinto tanto a tua falta... tanto! Perdoa-me meu amor pequenino... mas é em ti que penso, é por ti que luto...

11 comentários:

Isabel disse...

minha querida... é uma fase... espero que passe depressa... o amor entre as duas é indestrutivel e a força com que te agarra a mão é o simbolo disso... tem força e não percas a esperança e não te culpes por nada podes fazer

Sandra e Afonso disse...

Linda...
As coisas que tu escreves...
Não te sintas culpada... a vida tem destas coisas, mas como bem dizes é por ela que lutas.
Força minha querida, ânimo!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Cristina disse...

Também penso muito nisso quando arranjar um trabalho a full-time. Mas com a crise que está, não podemos facilitar... :(

Cristina

María e Pestilecas disse...

Espero que esta fase passe depressa...
não gosto de te ler assim :(

Bjnhos grandes

A mamã disse...

É A VIDA MINHA LINDA
NÃO TE MARTIRIZES. É POR ELA
bjs
paula

Paula Sofia Luz disse...

Se soubesses o que nos diz este poema cá em casa...bjs

Docinho disse...

Não fiques asssim... tudo a seu tempo... com calma!

Um beijo a apostar no futuro

Mar disse...

:( Não fiques assim linda, infelizmente é mesmo assim que tem de ser, mas eles sabem o quanto os amamos.
uma beijoka e força

Sofia, Pedro e Joana disse...

Olá querida mamã, o teu texto deixou-me com uma lágrima no canto do olho. Certamente melhores dias virão, és uma mamã imparável!
Beijinhos e bom fim-de-semana, Sofia,Pedro e Joana

Cláudia disse...

:(
Um beijo cheio de carinho e um abraço apertadinho

Sandra disse...

Linda...continua a ser forte...pensa que tudo irá melhorar...

Um beijo com tudo de bom para ti!