segunda-feira, 14 de julho de 2008

Incerteza...

E chega novamente a altura em que tudo parece parar à minha volta... em que o meu futuro depende única e exclusivamente da boa vontade de quem me deu, apesar de tudo, nestes últimos seis anos, a oportunidade de trabalhar na minha área!
Estou saturada de viver num país em que o trabalho se torna cada vez mais precário e onde nós, tendo em conta as nossas necessidades, aceitamos tudo o que nos é proposto porque daí provém o nosso sustento!
Tenho pena de viver, a cada três anos, a desesperante incerteza de saber se poderei ou não continuar a desempenhar as minhas funções, se poderei ou continuar a exercer a actividade profissional que mais gosto me dá, se poderei ou não continuar a sonhar que o futuro melhorará um dia...
-
Sinto-me triste, com as lágrimas constantemente a espreitar, o nervosismo a falar mais alto e a incerteza a apertar...
Só queria poder chegar ao final de um ano lectivo e poder ter a certeza de que o meu caminho poderei sempre continuar a palmilhar, à procura de um novo sonho que, infelizmente, cada vez mais distante se está a tornar!

9 comentários:

A mamã disse...

bjinho doce

Margarida disse...

Força... Há-de tudo correr bem. "Não há mal que nunca acabe"
Não consegues ir ao blog privado? Mas está lá o e-mail ok. Envia-me novamente o teu e-mail: m.parreira@paradigma.pt

Beijinhos.

Docinho disse...

Não fiques assim... não deixes de acreditar no amanhã melhor.... tudo tem solução!

Um beijo apertado

Isabel disse...

minha querida, espero que corra tudo bem... este nosso país está a ficar mau, muito mau de se viver... para qualquer lado que olhemos só há misérias...
que corra tudo bem!!!
um abraço bem apertadinho

Carla Santos disse...

pensamento positivo amiga,
tudo correrá pelo melhor

beijos da carla :)*

Sandra e Afonso disse...

Acredito que essas incertezas mexam muito contigo... mas tens que acredita que o amanhã pode trazer coisas boas e quem sabe essas certezas e esse descanso de que precisas.
Beijinhos Grandes para ti!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

BLÁ BLÁ BLÁ disse...

Pois... infelizmente neste país os empregos cada vez estão mais instáveis. Eu não vivo isso na pele, mas na pele do meu marido. Muitas vezes paga-se um preço muito alto por querermos desempenhar as funções para as quais estudámos e somos bons a fazer. Até porque não interessa que somos "topo de gama", interessa é que haja trabalho feito, nem que seja desempenhado por uma "sapateiro" qualquer.

Beijinhos

Mãe-Galinha disse...

Como te compreendo... mas n deixes q o trabalho e essas incertezas atrapalhem os poucos momentos q tens para aproveitar a tua princesa...

Bjs gds

Cila & Di disse...

Não te deixer abater...cabeça erguida, que tudo se vai resolver!
Beijo doce!