terça-feira, 13 de maio de 2008

Sonhar...

Pedra Filosofal
-
Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

António Gedeão, In Movimento Perpétuo, 1956
-
-
Sim, vale a pena sonhar... vale a pena acreditar que tudo o que desejamos pode um dia se concretizar!
É esta força indestrutível de lutar pelo que mais desejamos que nos torna ainda mais sedentos de sonhos por concretizar...
Nas nossas asas, tantas vezes frágeis, temos de depositar a nossa garra, a nossa energia, a nossa vontade de enfrentar as adversidades!
A felicidade constrói-se, é feita de sorrisos, de olhares ternos, de pequenos gestos, de lutas, de vitórias... mas, acima de tudo, da ingenuidade e beleza de um rosto de criança...

6 comentários:

María&Pezucos disse...

A ingenuidade, inocência e beleza do rosto de uma criança.....agora quem sonha sou eu :)

Bjnhos grandes

dangerously in love disse...

Adoro...adoro! A felicidade está ao alcande d etodos nós...temos de lutar por ela..sempre!
Beijocas
P.s.: ONTEM FUGISTE:(

Andreia disse...

Sim, vale a pena sonhar!!!
Cada vez tenho mais a certeza que vale a pena acredtar...

Beijinhos

Sandra e Afonso disse...

Olá!
Sonhar é bom, faz bem e vale sempre a pena e olha que é das coisas que podemos fazer sem custos.
Adoro esse poema!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Paula Sofia Luz disse...

Grande António Gedeão, que ainda hoje nos faz sonhar a todos :)
bj

Mamã dos Diabinhos disse...

Claro que vale a pena sonhar... sempre.
Nos sonhos somos livres, completamente livres ninguem nos pode deter.
Continua a sonhar com uma amanha melhor e vas ver que vais conseguir... sabes do que estou a falar, nao sabes?
beijocas