segunda-feira, 18 de maio de 2009

Carochinha... (versão Joaninha)

«Era uma vez uma Carochinha que estava a varrer à porta da sua cozinha... Encontrou uma moeda generosa e pensou: "Posso comprar qualquer coisa para ficar mais bonita!"
Comprou um laço e ficou muito bonita e todos os animais olhavam para ela admirados!
Chegou o burro e disse: "Queres casar comigo, ó miúda?"
"Talvez"- disse a Carochinha, "Mas antes tenho de ouvir a tua voz!"
"Ió-ió"- disse o burro.
"Qua nojo, assim com esse balulho não consigo dormir de noite!"
O burro foi embora muto triste.
Chegou o cão e disse: "Queres casar comigo, ó miúda?"
"Talvez" - disse a Carochinha - "mas antes tenho de ouvir a tua voz"
"au-au" - disse o cão.
"Que nojo! Assim não consigo dormir de noite com esse balulho!"
O cão foi tiste embora.
Um dia chegou o Conde Gato. Perguntou à Carochinha: "Queres casar comigo, ó miúda?"
O Conde Gato era muto elegante e a Carochinha disse: "Contigo casarei!"
Só que o Conde Gato transformou-se num monsto... muto grande!
E chegou o João Gatão e disse-lhe: "Tu querias é a Carochinha, mas não tens!"
E salvou a Carochinha!
E casaram e foram muto felixes para sempe!»
-
-
Grande João Gatão que salvou a Carochinha das mãos do mau do monstro... pensava eu, na minha altura, que o coitado tinha caído no caldeirão! Afinal de contas, renasceu e transformou-se num valente príncipe que veio salvar a sua amada das mãos do feio Conde Gato!
:)