terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Eternidade...

Para ti, docinho...
-
SÓ POR ISSO, MÃE
-
Mesmo que a noite esteja escura,
Ou por isso,
Quero acender a minha estrela.
-
Mesmo que o mar esteja morto,
Ou por isso,
Quero enfunar a minha vela.
-
Mesmo que a vida esteja nua,
Ou por isso,
Quero vestir-lhe o meu poema.
-
Só porque tu existes,
Vale a pena!
-
Lopes Morgado, Mulher Mãe
-
Podemos ter medos, por vezes não conseguir evitar as lágrimas...
Podemos chorar, nem sempre conseguir acreditar...
Mas os nossos filhos, aqueles que no nosso ventre conseguimos gerar...
Nunca porão em causa os nossos sentimentos, por muito que às vezes possa parecer...
No nosso olhar, eles conseguirão sempre entrar...
E no mais íntimo de nós penetrar...
Para desvendar a mais pura e grandiosa verdade...
Que o nosso Amor por eles... é para a Eternidade!

6 comentários:

sonia disse...

Para todo o sempre!

Beijinhos cheia desse sentimento!m Qualquer dia é a dobrar :)

beedrill disse...

ola querida , pois e voltei e ja com saudades de te ler...beijinhos grandes

Sandra disse...

um beijinho enorme para vocês...:)

Sofia,Pedro e Joana disse...

Que lindo...
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Lurdes disse...

Que declaração de amor mais linda. Sim ... amor de mãe é eterno.
E é por escreveres estas coisas tão lindas que tens um miminho no nosso cantinho.
Beijinhos
Lurdes

Docinho disse...

Obrigada... sem palavras!
O amor é isso mesmo... uma magia assim*** para sempre!

Beijo emocionado